Atualmente, com o grande tráfego de dados nas redes, contar com um sistema de roteamento de alta performance é um investimento necessário às grandes organizações. Desse modo, quanto mais moderno, atualizado e qualificado for o sistema de roteamento de uma empresa, melhor será o desempenho de sua rede, evitando gargalos em diversos processos que demandam conexão à internet. Nesse sentido, o que se tem usado nos últimos tempos para melhorar a performance de roteamento das redes de médias e grandes companhias é a implementação de plataformas de roteamento inteligentes.

Esses sistemas inteligentes geralmente são projetados para avaliar automaticamente todas as rotas de rede disponíveis e selecionar o melhor desempenho de uma em termos de latência, perda de pacotes, capacidade do provedor e uso, além da confiabilidade histórica da rota.

Algumas plataformas de roteamento já disponíveis no mercado são capazes de avaliar essas métricas de desempenho com o envio de sondas através de cada um dos Provedores de Serviços conectados e a aplicação de um conjunto de algoritmos para comparar o seu desempenho. Após as melhores rotas serem calculadas, são injetados os anúncios na tabela de roteamento com atualizações regulares de BGP, garantindo uma maior eficiência de roteamento, de forma automática e precisa.

Vale citar também o protocolo Multiprotocol Label Switching (MPLS), inovação que consiste em uma tecnologia de chaveamento de pacotes que possibilita o encaminhamento e a comutação eficientes de fluxos de tráfego através da rede, apresentando-se como uma solução para diminuir o processamento nos equipamentos de rede e interligar, com maior eficiência, redes de tecnologias distintas. Além disso, O MPLS traz a sofisticação do protocolo orientado à conexão para o mundo IP sem conexão, graças a avanços simples no roteamento IP básico, proporcionando melhor performance e capacidade de criação de serviços para a rede.

Para gestores de médias e grandes empresas, é necessário que fique claro que investir em equipamentos robustos e de alta performance de roteamento poderá trazer inúmeros benefícios à organização, já que, hoje em dia, os roteadores não são meros instrumentos de roteamento de rede. Mais do que isso, são sistemas capazes de otimizar, de forma inteligente e automatizada, todo o tráfego de dados na rede, impactando sobremaneira em todos os processos da empresa. Você conta, na sua organização, com plataformas de roteamento inteligentes? Compartilhe as suas experiências nos comentários.